Home Bio Notícias

  •   Email
 
Inter.net promete dias melhores


Fonte: JC - Online
Data: 08/08/2001

Ex-Elógica garante que problemas de instabilidade são coisa do passado e que atendimento ao usuário agora é prioridade. É ver para crer

por MONA LISA DOURADO
mldourado@jc.com.br

Depois de praticamente perder a credibilidade dos usuários, pelos maus serviços que vem prestando desde a compra da Elógica, a Inter.Net garante ter dado a volta por cima. Anunciou a conclusão, este mês, da migração dos seus 10 provedores regionais, dando fim à instabilidade que tanto infernizou a vida dos clientes nos últimos 12 meses.

Centralizados em um data center de São Paulo, os serviços de conexão à Internet, e-mail e domínio passam a ser providos por Embratel, Telemar, Intelig e Telefônica, o que permite a distribuição e expansão das linhas. “Dispomos de cinco máquinas somente para gerenciar o correio eletrônico. Se uma falhar, as outras assumem. Será quase impossível ficar sem acesso à caixa postal”, diz o presidente da Inter.Net no Brasil, Clovis Lacerda.

A rede de Apartnet, que no Recife está instalada em 150 edifícios, foi transferida para a Telemar. “Estamos conectados diretamente ao backbone da companhia, o que já implicou melhoria de performance”, diz Lacerda.

Segundo ele, o processo de mudança na plataforma tecnológica, iniciado em julho do ano passado, devia ter durado apenas quatro meses, mas se prolongou devido aos abalos sofridos pela PSI.Net, então controladora da Inter.Net, com a queda na Nasdaq e o posterior pedido de concordata. “Tivemos de arcar com as mudanças com recursos próprios.”

Entre os clientes da empresa, o sentimento ainda é de desconfiança, e não sem razões. Usuário de Apartnet, Rosenberg Brandt foi um dos prejudicados com as inúmeras paradas não programadas do provedor. Numa das mais graves, em maio deste ano, ficou 15 dias sem acesso. “Meu pai não pôde enviar a declaração de Imposto de Renda pela Internet e o serviço nunca mais foi o mesmo. O que mais me revolta é o fato de nunca sermos avisados”, desabafa o webdesigner, que chegou a ter prejuízo financeiro por não receber um e-mail de trabalho a tempo.

As falhas no atendimento também são a principal queixa do empresário Luiz Carlos Florentino, cujo domínio hospedado no provedor ficou fora do ar por 10 dias. “Depois de passar horas tentando ligar para o 0800, o atendente não sabia explicar os motivos do transtorno. O tratamento e o tempo de resposta foram inaceitáveis”, critica.

O próprio presidente da Inter.Net admite que a empresa não tem merecido nota maior que zero, mas garante que isso pertence ao passado e que a comunicação com o cliente é prioridade da nova fase. “Se antes o tempo de resposta do suporte era de três dias, já foi reduzido para quatro horas”, afirma Clovis Lacerda.

Segundo o executivo, a partir deste mês os usuários também terão à disposição um chat específico para o suporte técnico, para ajuda online, recebendo imagens ao vivo para orientação. Um discador inteligente, que pode ser baixado do site da Inter.Net, fará os ajustes necessários para a conexão pelos novos telefones de acesso do provedor. No Recife, o novo número é 1500.2002. “A partir de setembro, darei um giro por todo o Brasil para conversar com o usuário pessoalmente e ouvir dele o que ainda podemos fazer para melhorar os serviços”, comenta Lacerda. Promessa é dívida, Inter.Net.

  

Projeto AltasOndas                                                                              Washington D.C., 2005