Home Bio Notícias

  •   Email
Problemas acontecem dentro da empresa


Fonte: JC - Online
Data: 27/01/1999

Tema o inimigo que vem de fora, mas não menospreze quem está ao lado. A frase bem pode estar em algum site sobre a insegurança das redes de computadores. Pesquisa da Pricewaterhouse Coopers, em parceria com InformationWeek, detecta que 82% dos problemas de segurança do ano passado foram originados nos próprios quadros da empresa.

A pesquisa ouviu 1.600 gerentes de tecnologia da informação. Segundo o levantamento, 58% dos ataques foram originados por empregados autorizados e 24%, por funcionários não-autorizados.

Segundo o diretor de Internet da Elógica, Clóvis Lacerda, os erros internos são mais comuns no momento de mudança no sistema. O próprio provedor passou por essa experiência há quase três semanas, ao trocar o servidor de autenticação de login e senha. "Ficou uma parte exposta e tentaram nos derrubar. Mas a gente percebeu e isolou a máquina", conta.

Para evitar furos internos, o provedor tomou uma série de medidas e uma delas é totalmente prática e foge ao mundial virtual: só pode ter acesso ao Centro de Processamento de Dados o usuário que estiver no local. E, mesmo assim, apenas duas pessoas têm a chave da sala. "A segurança física é fundamental", afirma o responsável pela segurança de rede, Rômulo Cholewa.

"É preciso traçar uma política de segurança, de controle de sotwares", diz o diretor de Informática do Tribunal Regional do Trabalho, Alexandre Pereira. Com quase 150 pontos no prédio-sede, no Cais do Apolo, o sistema começou a ser implentando em 96 e, até o próximo mês, deve ganhar um firewall, num investimento de R$ 7 mil. "Também vamos normatizar a política de segurança, criando responsabilidades".

  

Projeto AltasOndas                                                                              Washington D.C., 2005