Home Bio Notícias

  •   Email
Elógica vai oferecer, no final do mês, serviço de telefonia via Net


Fonte: JC - Online
Data: 08/04/1998

por BENIRA MAIA
benira@jc.com.br

Os pernambucanos vão ganhar uma nova forma de telefonia. Não, não se trata de telefone digital ou Banda B... A partir deste mês, um recifense poderá telefonar usando a Internet e sem precisar estar conectado à grande rede ou mesmo ter o micro ligado. O sistema, que promete baratear as contas telefônicas em torno de 75%, deve estar disponível ainda deste mês. A promessa é do Grupo Elógica, que vai oferecer o serviço no Estado usando a tecnologia da empresa norte-americana e-Net.

Os primeiros passos da operação estão previstos para acontecer na próxima semana, quando será instalado um servidor de tecnologia VOIP (Voice Over IP) na sede da Elógica, no bairro de Peixinhos, em Olinda. "Até o final do mês, vamos estar operando", avisa o diretor de Internet da empresa, Clóvis Lacerda. O serviço ficará à disposição de qualquer pessoa, mas é intenção da Elógica dar desconto a usuários do provedor.

O investimento da Elógica será em torno de R$ 60 mil, segundo Lacerda. A verba é para o servidor Telecom 2000 e o programa de gerenciamento. O servidor, conectado a 2 MB, terá capacidade para até 30 linhas telefônicas - ou seja, trinta pessoas poderão utilizar o serviço simultaneamente.

No sistema, o usuário usa o telefone - convencional ou celular - para ligar para outro telefone. A diferença está na comunicação. Em vez de comutação telefônica de Telebrás, será usada a Internet.

A Elógica vai funcionar como intermediadora nessa transmissão. Para telefonar, o usuário disca um número da empresa, onde uma ligação lhe pedirá a senha e mais o telefone desejado. A partir daí, será feita a conexão, via Internet, com um provedor da cidade desejada. Lá, outro servidor fará a discagem para o número desejado e os usuários conversarão utilizando a grande rede.

A maior vantagem do serviço é a economia com ligações interurbanas e internacionais. "Utilizando a Internet, as ligações telefônicas passarão a ser locais", explica Clóvis Lacerda. A economia pode chegar a 90%. Conversar por telefone do Recife com alguém em Nova Ioque durante dois minutos, em hora comercial, sai por R$ 2,23. Pela Internet, como é o preço de uma ligação local, essa conversa consumiria apenas quatro centavos.

Os preços do serviço, porém, ainda não foram definidos. A intenção da Elógica é cobrar um percentual sobre o valor da ligação, seja interurbana ou internacional. Se, por exemplo, numa ligação para Londres uma pessoa gastar R$ 100,00 de acordo com a tarida DDI, será cobrado de "20 a 30% desse valor".

Desvantagens no sistema existem. A primeira delas é a qualidade do som, que não é perfeito. "Mas dá pra entender", ameniza Clóvis Lacerda. Outra deficiência é a limitação das ligações. No sistema telefone-telefone via rede, é necessário que o número desejado esteja numa cidade com o servidor dedicado, igual ao da localidade remetente.

A e-Net pretende estabelecer a operação em vários países. No Brasil, vão estar ligados ao sistema, além de Pernambuco, os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo, através dos provedores OrigiNet e OpenLink, respectivamente. "O mercado brasileiro, com mais de um milhão de internautas, é muito promissor", avalia, otimista, o presidente da e-Net, Robert Veschi.

  

Projeto AltasOndas                                                                              Washington D.C., 2005